Lainara Lopes

" Até hoje , ela volta a ler as páginas preferidas
do diário que escrevera a mão...
E sorri..."

terça-feira, 13 de novembro de 2012

DEFINIÇÃO DE AVÓ

 Eu Vóvó Dora e minha Prima Fê

Macarronada q Só Ela sabe fazer
 
Minha Avózinha Irene que Deus levou p junto de si... Saudades Eternas.
Acheii muito fofo por isso resolvi postar e fazer uma homenagem para minhas duas divas: MINHAS AVÓS...
RELATO DE UMA CRIANÇA DE 10 ANOS:
Uma avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos filhos dos outros.... As avós não têm nada para fazer, a não ser estarem ali. Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam nas flores bonitas e nem nas lagartas.... Nunca dizem: Some daqui!, Vai dormir!, Agora não!, Vai pro quart
o  pensar! Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem abotoar os nossos sapatos. Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou então, uma fatia maior. Só elas sabem como ninguém a comida que a gente quer comer. As avós usam óculos e, às vezes, até conseguem tirar os dentes. As Avós não precisam ir ao cabeleireiro, pois estão sempre com os cabelos arrumadinhos e cheirosas... não precisam de chapinha. Quando nos contam histórias nunca pulam partes e não se importam de contar a mesma história várias vezes. As Avós são as únicas pessoas grandes que sempre têm tempo para nós. Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós. Todas as pessoas devem fazer o possível para ter uma Avó, ainda mais se não tiverem televisão...
 




domingo, 11 de novembro de 2012

1 min para o fim do mundo... CPM 22

video

Nem tudo é fácil


É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. 
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia. 
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua. 
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo. 
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar. 
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo. 
Se você errou, peça desculpas... 
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado? 
Se alguém errou com você, perdoa-o... 
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender? 
Se você sente algo, diga... 
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar 
alguém que queira escutar? 
Se alguém reclama de você, ouça... 
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz? 
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível 
Precisamos acreditar, ter fé e lutar 
para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos, 
realidade!!!


Cecília Meireles


Canção da tarde no campo
Caminho do campo verde
estrada depois de estrada.
Cerca de flores, palmeiras,
serra azul, água calada.

Eu ando sozinha
no meio do vale.
Mas a tarde é minha.

Meus pés vão pisando a terra
Que é a imagem da minha vida:
tão vazia, mas tão bela,
tão certa, mas tão perdida!

Eu ando sozinha
por cima de pedras.
Mas a tarde é minha.

Os meus passos no caminho
são como os passos da lua;
vou chegando, vai fugindo,
minha alma é a sombra da tua.

Eu ando sozinha
por dentro de bosques.
Mas a fonte é minha.

De tanto olhar para longe,
não vejo o que passa perto,
meu peito é puro deserto.
Subo monte, desço monte.

Eu ando sozinha
ao longo da noite.
Mas a estrela é minha.


UM GESTO DE CARINHO DE Cecília Meireles

~Em suas mãos...


Chuva cai
A chuva traz em suas mãos
Mudas de aflição
A chuva esperar
Cada nuvem derramar
Uma a uma de uma vez (cada pingo desfazer)
Vem, se eu contar
Sem perceber
Cada gota num piscar
Desaparecer
Cada pingo refazer
Da salina novo mar
Outro lugar
Chove também
Os anos com vagar
Vão permanecer
Nas montanhas como altar
Duras pedras remover
Sem terminar
páginas e páginas
Com lágrimas, risadas
Não tem máquinas
A fábrica
Dos dias que vão nascer
Passam,
Se repartem entre datas
E não param como a água
Que cai sem saber (vai chover)

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Eu e minhas paixões...

Falar em paixão poderei com toda certeza dizer que foi através deles  que idealizei o meu modelo ideal de homem perfeito, de vida perfeita e etc... Claro inexistente, se não fosse pelas entrelinhas de um bom livro de contos e romances ardilosos... rs, os príncipes perfeitos que esperam por toda uma vida para encontrar suas deusas que surgem em altas torres e castelos distantes... Aiii como seria bom se a vida real fosse assim como nos livros de contos, os romances arrebatadores. Pelo simples fato de existir bons livros, e autores com mentalidade altamente fértil não sou uma pessoa de coração frustrado, desisti de encontrar o homem perfeito e a vida perfeita  sei que eles não existem assim como não sou perfeita, minha vida não é perfeita, estranho seria se eu o encontrasse,  mas busquei um que com todos os seus defeitos, ao meu ponto de vista ta chegando na base da minha perfeição... Mas como não vim aqui falar "Dele", vamos lá fazer com que eu expresse minha paixão pelos meus companheiros maravilhosos, meus lindos, meus chameguinhos, morro de ciumes deles, desde os mais baratos até aqueles que são relíquias e de certa forma caros... Enfim meus LIVROS obrigada por me fazer ser tudo o que sou, falar tudo o que falo, sonhar tudo o que sonho e realizar muito dos seus feitos. POIS AS MELHORES VIAGENS DA MINHA VIDA EU FIZ SEM SAIR DO LUGAR...




Bom dia...
Novembro que chegues a nossa vida trazendo tudo de mais lindo e mais doce existente no mundo.
Que o tempo apesar de corrido seja belo e carregue em si a simplicidade das boas ações e dos bons resultados esperados... Que venha com PAZ, SAÚDE... O resto agente mesmo se encarrega de consegui.
____________________________________________________________________

"Eu estive sempre pronta
fosse qual fosse a hora
fosse qual fosse o dia;
nunca duvidei, nunca tremi
diante a face do inesperado;
foram queimaduras ao sol
foram mergulhos em tempestades;
eu respirava fundo a coragem,
eu mantinha intocável a fé;
eu resisti ao mal dos olhares
apesar dos imensos pesares
eu sempre fui o melhor de mim"

Cáh Morandi